6 de agosto de 2008

Cadê meu netinho?

Ainda hoje, estávamos eu, meu pai e minha mãe assistindo a novela Pantanal (adoro) quando então o Sr. José Leôncio começou a conversar com Joventino sobre suas intimidades com a digníssima Juma Marruá, a mulher que vira onça. No quarto, Juma e Filó conversavam sobre o mesmo assunto. Isso porque surgiu um boato que os dois (Jove e Juma) dormiam juntos mas nada acontecia... Intrigado, o pai de Jove não resistiu e foi logo procurar saber o que de fato acontecia e por que. Detesto quando esse tipo de assunto surge em momentos que estou com meu pai. Especialmente quando estamos em casa porque aí a coisa fica mais séria. Séria no bom sentido da palavra.
Enfim, no decorrer da conversa deles, o Sr. José Leôncio disse que adoraria ter a casa cheia de "marruazinhos", o que já me deixou na espectativa de um comentário... E não deu outra. "Também sou doido pra ver essa casa cheia de menino correndo e atentando o dia inteiro pra eu ficar por conta. Quero logo aposentar só pra ficar tomando conta dos meus netinhos." Ouvi aquilo pensando mil e uma coisas pra falar mas, na verdade, nada apareceu na minha cabeça e eu e minha mãe nos olhamos, um rindo pro outro como se nossos olhares dissessem: 'Onde está o juizo dessa criatura?' Olhei pra ele e completei: "Só se for pra você cuidar mesmo porque o que eu iria fazer com esse tanto de menino que você quer?" Tudo num tom muito irreverente e levando o papo numa boa.
Meu pai é louco pra ter netos e não perde uma oportunidade de me perguntar quando irei "providenciar" um. Minha mãe ao contrário, morreria se eu arrumasse um filho nessa altura da vida. Pra ela, preciso de uma boa estabilidade financeira e, acima de qualquer coisa, uma mulher que seja digna do seu filho. Eu no caso. (Mãe é assim mesmo, sempre quer o melhor pro filho e acha que o filho é o melhor. Rs) E concordo com ela. Se fosse pra eu ter um filho, gostaria que fosse nessas condições. O que vai ser da minha vida, só Deus sabe. Mas isso é mais pra frente. Voltemos pro hoje.
Empolgado com a conversa, meu pai me perguntou: "Não tem um marruazinho chegando por aí não, meu filho?" Respondi na bucha: "Uai, se você garantir mesmo que cuida como tá dizendo, arrumo um amanhã mesmo." Mesmo que esse assunto sempre me deixe tenso, a conversa estava até engraçada e minha resposta, embora não muito programada, me deixou numa situação relativamente confortável. "Não estou acreditando no que estou ouvindo! Você só pode estar de brincadeira... As coisas não funcionam assim não. Fica parecendo que o menino vai pegar uma mulher numa prateleira e te arrumar um neto. Deus me livre!" Minha mãe entrou quente na conversa, acho que mais com ciúmes de mim do que de fato com medo de aparecer um marruazinho dentro de casa. Minha mãe morre de ciúmes de mim e do meu irmão mas comigo é ainda pior porque sou o caçula. E sendo assim, pra ela eu nunca vou deixar de ser o bebezinho da casa. Mas isso pôs um fim na conversa depois da cara de meu pai de 'Só falei que queria um neto.'
E eu só sei que isso ainda vai me dar muita dor de cabeça...

Você cuida do meu marruazinho?

7 comentários:

David disse...

Ah, Deus...Nem me fale! A minha parece que ja desistiu! Vamos ver, né? eheheh

Sano(Dinho) disse...

Hahahahaha, graças a Deus meus pais já desistiram desse tipo de conversa comigo...
Ficou tudo nas costas do meu irmão agora! o/

William disse...

otimo o blog de vocês!
ha um ano minha mãe me perguntava pelo netinho, hoje a unica coisa que ela me pergunta é: mas você acha que ele é pintudo?
coisas da vida.

parabéns.

Uillow disse...

Ainda bem que as expectativas de netos da minha mãe e do meu pai estão depositadas no meu irmão! :P

Abraços!

Theo disse...

Tb fico meio constrangido qdo surge esse papo... Meu pai nunca cobrou um neto... hehe...
Se ele forçar mto a barra, cobrar muito, compra uma gatinha pra ele. Ela pode se chamar Juma!

kkkk

Abço ^^

Homossexual e Pai disse...

é leonardo... uma das coisas que os mais mais sentem quando sabem que seus filhos são gays e´esta "perda" de achar que não terão mais netos...por isto tantos caras ficam anos e anos o armário...mas, com a adoção e outras ofrmas de filiação, este é umproblema que já dá para resolver! minha mãe,por exemplo, ja tem neto !

confissoesaesmo disse...

Minha mãe deve achar q sou virgem, rs...

Mas eu quero muito um filho.
Não sei como ainda, mas eu quero um marruazinho pra mim, huahauhauahua

Related Posts with Thumbnails