21 de maio de 2009

I Seek You

Tive internet com 14 anos. Na época era escassa e extremamente vigiada (logo, tentadora). Foi nessa ocasião que entrei pela primeira vez num site gay. Toda minha curiosidade e tesão adolescente eram vertidos para um monitor de baixa resolução.

Eu não me permitia nenhum contato com o meio real. Tanta confusão e hormônios fizeram da internet o meu menu de ajuda. Se eu tinha alguma dúvida, eu buscava respostas virtuais.

Ao longo dos anos eu vi ICQ virar MSN, Cadê virar Google e bate papo do UOL virar caça de putaria. Sempre uma coisa por outra. No mesmo fluxo, fui trocado por um médico casado e troquei um bipolar por amor-próprio. Tava na hora de conseguir alguém de verdade. E me vi novamente recorrendo à internet.

Felizmente, eu queria demais. A resposta para meu alívio parecia diferente de um encontro sexual dentro de um carro desconhecido cinco minutos depois. A frustração era proporcional ao número de contatos bloqueados.

Mas aí, ele entrou na sala...
Bem-me-quer [enter]
Mal-me-quer [enter]

11 comentários:

MorDax disse...

não me relaciono virtualmente. acho que sou uma dessas pessoas quadradas! xDD

brincadeira. na verdade, já é tão dificil levar um relacionamento pessoalmente.. imagine só ali, pelo pc ¬¬

ps: já sou do tempo do msn :)

Bell Bastos disse...

ai ai ai ui uuui.

Adorei a parte do: "fui trocado por um médico casado e troquei um bipolar por amor-próprio".

Amor próprio sempre meu bem. Aliás, a internet ao mesmo tempo que é uma ajuda e tanto, pode atrapalhar nossa relação com o mundo exterior... É uma relação delicada. uahauha

Quando estou sem vontade de sair e nem nada, prefiro me refugiar nos livros e na TV do que no computador. Quer dizer, isso hoje em dia. auhauua
_________________________________

Meu beeem, não abandonei o blog, estou de volta!

Com certeza né, passando da hora de entrar no msn!!! auhaua

Beeijos,
Bell.

Fabiano (LicoSp) disse...

Todas as minhas relacoes vieram da internet. Incluse a grande maioria dos amigos reais de hoje.

Infelizmente tambem estou no mesmo pé que vc, bloqueando pessoas adoidado, e a procura continua... porem sem saco de ficar nos chats... anda complicado

bjs do Lico

Boleyn disse...

"Ele" é o Mr. Fish, Lucas? =O

Lucas é o mais fofo. *-*

Klero disse...

assim como na vida offline, existe um número de decepções proporcional ao número de pssoas que conhecemos...

Tanta Coisa! disse...

Putz.. tentei uma vez e foi tão, tão estranho qe resolvi ficr na vida real mesmo. Bj

Madeira, Raphel disse...

Gostei do teu texto, mesmo, espero que tenha sorte nessa nova oportunidade.

(o lap travou mas eu voltei pra postar o comentario)

=D

Um Abraço

Estampado disse...

Eu acho a internet o inicio de tudo. Sempre me relaciono pela net.
Amigo, passa lá no meu e add. Estou fazendo o memso aqui.

confissoesaesmo disse...

Acredito que a net tenha sido a porta de entrada de muitos gays enrustidos.
Foi a minha, foi a sua, foi a de diversas pessoas.
Não dá pra culpá-la, né? Afinal, foi nela que conheci muitas pessoas interessantes (mas conheci muita merda tb).
Não importa o meio e sim a filtragem, hehehe
Abraço

André Mans disse...

uma coisa é certa
eu odiava iCQ

Dr. Cohen disse...

Adorava ICQ. Primórdio da minha vida virtual. Parando para analisar, vi como era tosco. Mas, na época adorava rs

Related Posts with Thumbnails