4 de dezembro de 2008

Limites...

Ok. E se eu tiver mesmo apaixonado? Qual é o maior problema nisso tudo? Acredito que as duas perguntas têm respostas distintas e conflitantes. Ele é bi-curious. Mas estabeleceu limites comigo. E eu tô ultrapassando alguns deles sem preocupar com as consequências.

"Welcome to the heartbreak..."

Um lado dele me vê como irmão mais velho. Daqueles que tomam conta e que ele pode contar pra qualquer dificuldade. [É importante dizer aqui que já houveram um bom bocado]. Outro lado dele quer brincar com meus sentimentos e sensações. Me abraça com uma precisão que só aquele homem especial deve abraçar. Me provoca com jogos sacanas, com detalhes sórdidos de como ele está vestido e o que eu faria com ele. [É vergonha dizer aqui que eu recuso qualquer convite explícito a brincadeiras desse tipo].

Hoje, ele me disse que das duas, uma: ou eu sou cuidadoso ou eu sou medroso. Acredito que as duas suposições têm fortes aliados em toda minha história. O bom é que ele sabe que eu não sou convencional [porque eu avisei] e ele aceitou. E o meu limite muda todo dia.

8 comentários:

SAM disse...

Enigmático hein?

Mas é tão ruim essa sensação de em-cima-do-muro...

Será que avançar o sinal pode causar algum acidente no seu caso?
hehe

Beijos!
:)

Clebs disse...

Se foram estabelecidos limites, certamente são esses limites que o fizeram ficar apaixonado.

E talvez, ele estabelecu os limites justamente para serem ultrapasados por você, como um teste...uma brincadeira boba....

Ser classificado como medroso é fácil, faze-lo corresponder ao que você quer, são ouuuuutros quinhentos.

E caso você ultrapasse os limites que ele mesmo colocou, quem será o medroso?? Acho que não seria você.

Abraço.

Rafael Morello disse...

Oi, pelo jeito acho que mais dia, menos dia vcs vão se pegar e vai ser uma delícia! Palavras, limites, contratos são só convenções, paixão, tesão, vontade aí sim, movem a vida. Sorte aí. Bj

confissoesaesmo disse...

Limites foram feitos para serem ultrapassados.
Eu acho!
Bjo

Pedro disse...

Putz, esse jogo é muito bom, muito gostoso, mas muito perigoso, agente fica na dúvida em se jogar ou pular fora,mas vai levando neh...

Alex&Elisa disse...

Sei lá...nunca gostei de limites... gosto de ir vivendo e a cada hora a gente faz diferente...

Mas enfim, esse sou eu...hohoho

Beijos e boa sorte com o guri!

Alex

Bubbles disse...

Adorei o blog!
beijos

Theo disse...

"E se eu tiver mesmo apaixonado? Qual é o maior problema nisso tudo?"


Eu preciso passar dessa etapa pra chegar [ou não]aos meus limites!! hehe

Abço ^^

Related Posts with Thumbnails